Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As birras da mãe

Venturas e desventuras de uma tripeira que rumou a sul. As histórias da filha, da mulher e da mãe.

E a esta Relação do Porto?!

Resultado de imagem para ABUSO SEXUAL

É de mim ou esta Relação do Porto está pejada de indivíduos obtusos, machistas, proclamadores da Bíblia, retrógrados? Talvez vá um pouco mais longe e diria que está carregada de falsos moralismos, machismo, até chauvinismo! Sou do Porto, nascida e criada, e fico embaraçada com as decisões polémicas tomadas pelo Tribunal da Relação da minha cidade, que quero acreditar que sejam só uma infeliz coincidência, mas que me deixam com vergonha alheia...

Primeiro foi a pena suspensa atribuída ao marido que agrediu a mulher, adúltera, com uma moca com pregos em 2017 em cujo famoso acórdão se lia "alguma compreensão a violência exercida pelo homem traído, vexado e humilhado pela mulher..."

E agora o caso da também pena suspensa atribuída aos dois indivíduos, que por estarem inseridos na sociedade (benzosdeus que estão inseridos na sociedade ou o raio que isso quer dizer), não serão imputados de violação à vez da jovem que estava inconsciente, inanimada numa casa de banho pública porque houve clima de "sedução mútua". A APAV já veio a público indicar que a "sedução" exercida pela jovem foi ter dançado, por breves momentos, perto de um dos sujeitos inserido na sociedade, mas parece que para o Tribunal estava a "pedi-las"...

Indica também o acórdão que não houve violência, isto apesar da jovem apresentar inúmeros hematomas... Talvez não haja mais sinais de violência porque a jovem estava inconsciente, incapaz de se defender mas se calhar é preciso mais de dois dedos de testa para perceber isso...

E como se estas decisões não bastassem, dizem as estatísticas que dos condenados por crimes de abuso sexual (vou frisar CONDENADOS, considerados culpados de prática de abuso sexual), apenas 37% cumpre pena efectiva, o resto desta escumalha que, também devem estar inseridos na sociedade, fica soltinho da silva para assombrar a sua vitima e quem a rodeia.

Mas isto não fica por aqui, não...Quando se trata de abuso infantil (leia-se PEDOFILIA), entre 276 condenados por crimes de abuso sexual de crianças,  apenas 79 resultaram em prisão efetiva. MAS QUE PORRA É ESTA, MEUS SENHORES?! Uns tipos "inseridos na sociedade" destroem a vida a uma criança, sua família e safam-se?! Este CHAUVINISMO GROSSEIRO vai muito além de machismo ignóbil, é pior que borrar um pé todo!! É ser conivente com estes animais, caramba!

É por estas e por outras que sou contra o porte de armas porque meus caros, se algo do género me acontecesse a mim ou alguém próximo, vos garanto que só se perderiam as que caíssem no chão, incluindo os digníssimos senhores que os põe em liberdade mediante premissas antiquadas, desapropriadas e chauvinistas!

Podem vir mil acórdãos, juízes, sindicatos de juízes explicar esta MERDA de sistema e decisões que vou continuar sem compreender como não se protegem as vitimas depois de já terem sofrido tanto e se deixam estes seres inqualificáveis à solta.

Podem vir com termos técnicos e afins (como o sindicato dos juízes tentou, esfarrapadamente diga-se de passagem, apoiar os colegas) mas entendam uma coisa, para haver sexo tem de haver consentimento de ambas as partes, não chega que uma queira e a outra, porque está inconsciente ou outra coisa que o valha, não resista, não lute... Por outro lado, mesmo que resista e que lute, como acontece com os números expostos acima, vê o seu agressor ser condenado mas sair em liberdade.

Sinto-me simultaneamente envergonhada, triste e revoltada com toda esta temática porque,  como mulher mas sobretudo como mãe, esperava muuuuito mais do nosso país e da nossa justiça, muito mais!!

(imagem retirada da internet)